2009/09/21

A FUGA DAS TOUPEIRAS

O presidente Cavaco Silva, durante a campanha eleitoral, não fala sobre
as "escutas a Belém", mas hoje demitiu o conselheiro Fernando Lima, a
"toupeira" que engendrou o Watergate de Belém. Esta medida já devia
ter sido tomada, e era o mínimo que se esperava do presidente. A Velha
Senhora já pode "respirar fundo", ali prás bandas dos Jerónimos, depois
desta desinfestação do Palácio da Presidência.

Zé Manuel Fernandes, director do Público, foi a "toupeira" que insuflou
o "gas venenoso" remetido por Fernando Lima, utilizando, para tal fim,
as colunas do jornal da Sonae, tido como "jornal de referência". Por tal
facto, o neo-conservador Zé Manel, tambem foi apeado do cargo que
exercia naquele matutino, por razões que só o patrão Belmiro conhece.
Mas, nesta vida, todos os sacanas e serventuários acabam por ser
compensados. O Zé Manel, que foi um dos "bravos" apoiantes de Bush
na "caminhada para Bagdade" -- para aquele atoleiro -- vai agora ser
compensado por um seu aliado, antigo companheiro maoista, ou seja,
vai para Bruxelas assessorar Durão Barroso, presidente da Comissão
Europeia. Os liberais neo-conservadores, protegem-se pela vida fora.

É penoso ter que assistir à palração dos candidatos a primeiro-ministro.
Estão todos contra Sócrates. Aliás, para eles, Sócrates é o princípio e o
fim de todos os males. Culpam Sócrates pela "crise do país", e tambem
pela crise na Europa, na Ásia nos States e nas Américas. Querem fazer-
-nos acreditar que Sócrates é o culpado pela falência da Islândia, pela
derrocada da Hungria, pela insolvência da Ucrãnia, pelo desaire do
Lehman Broters... Como é possivel haver neste mundo um homem tão
poderoso, tão cheio de maldade, tão demoníaco!... A oposição pragueja
contra Sócrates, porque quer "mamar na porca da política", não por
que tenha um projecto para o país, uma ideia galvanizante, um novo
paradigma de desenvolvimento. Eles lutam pelo "poleiro", é certo,
mas o mais confrangedor é ver a Velha Senhora na rua, acompanhada
de seus pagens, misturar-se com a "arraia miúda", quando ela tinha
afirmado que não faria campanha de "arruaças"... Ela fala de "verdade"
mas mente constantemente. Gagueja, tergiversa, troca as palavras,
confunde os impostos, não tem uma ideia consequente... Martela na
"asfixia democrática", sofre com a asma; agora, com o Palácio de
Belém desinfestado, vai dizer que existe "asfixia tóxica" devido aos
produtos de limpeza utilizados durante a desbaratização. Veremos.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial